Fazenda Água Milagrosa

30 de Janeiro de 2017

Abate de fêmeas deve aumentar no 1º trimestre



Após três anos de retenção, matrizes devem ter maior participação no abate de bovinos nos três primeiros meses do ano

O ano de 2017 começa cercado de incertezas para a cadeia produtiva da pecuária. Após se manter estável no último bimestre do ano passado e nas primeiras semanas de janeiro, a arroba começou a ceder e deve ser ainda mais pressionada ao longo do ano, devido à expectativa de um provável aumento na oferta de animais terminados.

Um dos fatores que devem contribuir para esse cenário é o crescimento de abate de matrizes, depois de três anos de retenção. “Diferente do que aconteceu em anos anteriores, o preço do bezerro não está nada atrativo e isso deve fazer com que os produtores não pensem duas vezes antes de mandar as fêmeas vazias para o abate”, destaca o analista de mercado da Scot Consultoria, Alex Lopes.

De acordo com ele, os impactos devem ser sentidos já no primeiro semestre, provavelmente em março, quando geralmente se tem o pico do abate de fêmeas do ano em função do descarte das matrizes que não emprenharam no ano anterior.

Caso o aumento de fêmeas abatidas se confirme, será o fim de um ciclo de quatro anos de baixa. De acordo com dados do Instituto de Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), até o terceiro trimestre, 2016 teve a menor participação de fêmeas no abate de bovinos dos útimos seis anos, respondendo por apenas 39,35% do total de abates. 

Além das fêmeas, também é esperado um aumento no volume de machos a serem abatidos em 2017. No entanto, Alex Lopes afirma que não é possível saber quando esses animais chegarão ao mercado, já que cada produtor tem seu próprio sistema de engorda.

Historicamente, a oferta de machos é maior no mês de maio, em função da entrada da seca e, consequentemente, da degradação parcial das pastagens. 

Fonte: Portal DBO
FotoJadir Bison - Divulgação
 

<< Voltar para notícias
Fazenda Água Milagrosa - Todos os direitos reservados. ©2018
Desenvolvido pela Williarts Internet