Fazenda Água Milagrosa

13 de Dezembro de 2016

ABIEC BUSCA NOVOS MERCADOS PARA CARNE BOVINA EM 2017



Países da América do Norte e Ásia serão foco da Associação para negociações de abertura à carne brasileira

 

O Brasil fecha o ano de 2016 exportando carne bovina para 133 países ao redor do mundo. Mas para a Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (ABIEC), esse número ainda pode crescer e novos mercados estarão no foco da entidade para 2017, como Coreia do Sul, Taiwan, Indonésia, Canadá, México e Japão.

De acordo com o presidente da ABIEC, Antônio Jorge Camardelli, a projeção de vendas para estes países da Ásia e América do Norte soma a possibilidade de incremento de 180 mil toneladas ao ano. “São mercados com um preço médio alto para a carne bovina, o que poderia ampliar o faturamento do setor em US$ 1 bilhão por ano”, afirma.

Em 2017, os Estados Unidos também estarão no centro de atenção. Grande conquista de 2016 para o setor, os primeiros embarques de carne in natura ao país tiveram início em junho. Até novembro, a indústria brasileira exportou 525 toneladas ao mercado americano.

A expectativa é incrementar esse número, já que atualmente o Brasil tem direito a uma cota – junto com outros países – de 64,8 mil toneladas/ano. “Em 2016, apenas 61% desta cota foi utilizada, o que nos abre uma possibilidade de preencher esta demanda”, ressalta Camardelli.

A União Europeia é outro mercado importante na agenda estratégica da ABIEC para o próximo ano. Em pauta, estarão em negociação a ampliação da área habilitada para exportação, aprovação da Cota 481 e inclusão da carne bovina no acordo de livre comércio entre UE e Mercosul. “Além disso, esperamos chegar a 100% da Cota Hilton, que é de 10 mil toneladas. 2016 foi o melhor ano para a indústria no cumprimento da cota, chegando a 92,9%”, destaca Liège Nogueira, diretora-executiva da ABIEC.

Exportações em 2016

O avanço do mercado asiático foi um dos grandes destaques positivos no ano para o setor de exportação de carne bovina. Os países da Ásia aos quais o Brasil tem acesso – Hong Kong, China, Filipinas, Malásia, Tailândia, entre outros – foram responsáveis por um faturamento de US$ 1,4 bilhão, um aumento de 30%. O volume embarcado foi de 361 mil toneladas, crescimento de 38% em comparação com o mesmo período de 2015 (jan/nov).

Vale destacar, também em 2016, a retomada das exportações para a Arábia Saudita, em fevereiro último, já que o país havia suspendido o embargo no Brasil no final de 2015. De janeiro a novembro foram embarcadas 25 mil toneladas de carne bovina para a Arábia Saudita com faturamento acima de US$ 98 milhões.

No total, de janeiro a novembro de 2016, o Brasil exportou US$ 5 bilhões (US$ 423 milhões em exportações no mês de novembro). Em volume, com o embarque de 99,6 mil toneladas de carne bovina em novembro, o acúmulo (jan. a nov.) é de 1,3 milhão de toneladas no ano de 2016. Esses números representam um aumento de 1,7% em volume e queda de 6% em faturamento em relação a 2015.

O cenário cambial em queda, com uma leve recuperação em novembro, somado a problemas conjunturais de importantes mercados para a carne brasileira - como Rússia, Venezuela, Irã e Egito, refletiram negativamente nos números de exportação do setor em 2016.

“Devemos fechar 2016 com um faturamento em torno de US$ 5,5 bilhões. Uma análise nos mercados destes quatro países (Rússia, Venezuela, Irã e Egito) apontou que deixamos de faturar aproximadamente US$ 670 milhões neste ano, exatamente o que nos aproximaria das projeções iniciais para 2016”, afirma Camardelli. 

A ABIEC em números

Resultados de exportação de carne bovina entre janeiro e novembro de 2016:
· Faturamento: US$ 5 bilhões
· Total de toneladas: 1,3 milhão
· Exportação para 133 países
· Maiores compradores: Hong Kong, União Europeia, China, Egito e Rússia

Balanço da Pecuária no Brasil 2015

· 167 milhões de hectares de pasto
· Rebanho total de 209 milhões de cabeças
· 39 milhões de cabeças abatidas
· Movimentação da cadeia da Pecuária: R$ 483 bilhões
· Aproximadamente 20% da carne produzida no Brasil é exportada

Fonte: Ascom

Na foto Antônio Jorge Camardelli presidente da Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne Bovina
Foto: Claudio Gatti

 

 
 

<< Voltar para notícias
Fazenda Água Milagrosa - Todos os direitos reservados. ©2018
Desenvolvido pela Williarts Internet